Capitao Leonidas Marques
15º C




A Rádio Hawai






Operação contra o tráfico de drogas prende três pessoas em Capitão Leônidas Marques.


Postada em: 01/09/2016 às 11:03:07




A  Policia Federal, realizou na manhã de ontem(quarta feira dia 31) em Capitão Leônidas Marques, a prisão de três pessoas suspeitas de fazer parte de uma quadrilha de tráfico de drogas e armas.


Foram detidos, Cristiano Moreira de Oliveira, conhecido como Cris; Gilmar da Silva Almeida, vulgo Boneco e Claumir Heidmann, o Velho.


A ação da Policia Federal faz parte da  Operação Minotauro que está sendo desencadeada pela em sete estados.


Alem do Praná, pessoas também foram presas  nos estados de Pernambuco, e Mato Grosso do Sul relacionadas a esquema de tráfico internacional de maconha e cocaína, além de contrabando de armas de fogo de uso restrito.


Segundo nota divulgada pela PF, 130 policiais federais cumpriram 12 mandados de prisão: cinco no Paraná, três em Pernambuco, um no Mato Grosso do Sul, um na Paraíba e dois na Bahia. Duas pessoas estão foragidas.


Outros 21 mandados de busca e apreensão foram distribuídos em cinco estados: Pernambuco, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Santa Catarina. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal.


Seqüestro de bens e bloqueio de contas bancárias também foram determinados pela 13ª Vara Federal, além de quatro conduções coercitivas destinadas a pessoas supostamente relacionadas a processo de lavagem de dinheiro, entre elas, titulares de contas bancárias de pessoas físicas e jurídicas com expressiva movimentação financeira.


  Também foi realizada a apreensão de duas caminhonetes S-10, um Jeta, uma Land Rover, um Gol, uma Hilux, um Ônix e uma motocicleta Honda Hornet CB600.


 Os investigados presos   serão interrogados na unidade da Polícia Federal e transferidos para Pernambuco.


As investigações por parte da Policia Federal  começaram em 2015 com a identificação de 1.257 kg de maconha de origem paraguaia. A droga foi enviada a Pernambuco pela organização estabelecida no Paraná. Segundo a PF, o fornecimento de drogas e armas de fogo era promovido mediante pagamento em espécie, depósitos bancários e doação de automóveis.


Nas investigações, foram apreendidas aproximadamente quatro toneladas de drogas das organizações criminosas investigadas, conforme informou a Polícia Federal. As apreensões ocorreram em Minas Gerais, Alagoas, Pernambuco e no Paraná.


 Os integrantes da organização serão responsabilizados criminalmente pela prática dos crimes de associação e tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e por constituir e integrar a organização. Penas que, se somadas, em caso de condenação, podem chegar a 65 anos de reclusão para cada um dos envolvidos.


Departamento de jornalismo Radio Hawai – Colaboração G1 e Edinei Lovato.



Deixe seu Comentário